O Homem

O homem é um ser bio-psico-sócio-cultural que possui necessidades materiais, relacionais e transcendentais.
Como ser transcendental, está em constante busca do vir-a-ser, voltado para o desenvolvimento pleno de seu potencial humano, em que o sentimento, a reflexão, a crítica num ambiente ético, extravasam sua capacidade.
Como é transformador, utiliza de todos os recursos, intervindo na realidade e construindo seu futuro.

A Família

Célula mater do arcabouço social, representa o principal elemento da formação do ser humano, responsável pela transmissão da herança genética e dos valores espirituais e culturais. O preparo para a vida inicia-se com a vida. Sendo indelegável tal prerrogativa, temos na família a fonte inesgotável da sabedoria.

O Professor

É o mediador do processo ensino-aprendizagem. Para tanto precisa ter um perfil reflexivo, aberto ao constante e integral conhecimento.

A Educação

A conquista das ferramentas para a construção do saber, enfocado no homem como agente transformador, tem na educação a base para o exercício da cidadania.
A plena cidadania só é alcançada em um ambiente livre, com o cidadão dotado de consciência crítica, autoconhecimento, responsabilidade e autonomia para, nos planos pessoal e coletivo, atingir o bem comum, dentro de uma atmosfera afetiva, desenvolvendo sua capacidade inovadora e saboreando o gosto pelo saber.
O conhecimento da realidade é fator de progresso. Interagindo com outros elementos gera, além da realização pessoal, ascensão econômica e social.

A Escola

É a entidade encarregada de proporcionar o crescimento do homem em sinergia com os demais fatores. Ela deve contextualizar o referencial conhecimento, para utilização do aluno em suas relações intra e interpessoal, formando sua consciência crítica, possibilitando a análise e síntese dos fatores sociais, interagindo com o meio ambiente.